Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

O 'Eu' da vida !

- Aquele que sofre quando perde, que sorri quando ganha, que chora quando simplismente quer chorar, não sou perfeitoo, assim como você também não é, eu sou assim: às vezes careta, às vezes moderno, mas sempre EU!
Minha vida não é um livro aberto com todas as páginas ao vento, mas não se fecha em uma caixa impossível de se abrir, quem me conhece que desvende os meus mistérios e segredos, quem não me conhece que não me julgue pelo que pareço ser.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Coisa Simples.

É preciso reviver o sonho e a certeza de que tudo vai mudar. É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão. O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem sabe ver.

ASP - Aquele Simples Perfil '

não, eu não sou o mais bonito, nem tenho o sorriso mais lindo. eu não pareço com um boneco e nem sigo todos os padrões de beleza impostos pela sociedade. eu sonho acordado e choro sem razão. eu não sou o mais inteligente da turma. eu desejo um conto de fadas, mas o que eu vivo já me faz muito feliz. eu posso ser muito querido, ou extremamente insuportável. eu já fiz juras de amor e já chorei por elas. eu conheço muitas pessoas, mas posso contar nos dedos quem realmente considero como amigo. eu já me sentei em frente ao computador e tentei resolver minha vida através dele. eu sou realmente louco e vivem me lembrando disso. eu já fiz grandes amigos e com eles grandes planos. eu já errei muito e tive a capacidade de admitir meu próprio erro. eu já fui perdoado e também já perdoei. eu já amei e talvez nunca tenho sido amado, mas nem por isso eu deixo de ser uma garoto extremamente feliz.

Escolhendo amizades, criando amigos ...

“Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
(...) Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero o meu avesso.(...) Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.(...) Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem,mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos
Quero-os metade infância e outra metade velhice.
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto: e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo, loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que “normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril."